Ela estava perdida, tentando voltar para casa. Pés descalços sobre a terra, sonhos desnudados e um olhar atento na busca de seu caminho. Passos, passos infinitos, cansaço, inquietação. Então, ela desperta um pouco assustada. Reconhece seu espaço e sua aflição. O relógio lhe avisa que o dia ainda não amanheceu. Ela fecha os olhos e … Mais

De todos os lugares por onde andaraEste era o que mais lhe assustavaDe todas as paisagens que conheceraEsta era a que mais lhe apraziaDe todos os gostos que provaraEste era o que mais desejavaDe todos os caminhos que percorreraEste era o que mais reconhecia

Meu corpo pressente as tuas mãosPercorrendo caminhos outrora inabitadosInundando a alma de uma louca sensaçãoDesvendando segredos que jamais foram contadosFazendo de mim mera coadjuvante da paixão