Sobre o porquê de eu falar tanto em Low Carb

vô

Meu avô materno, aquele cuja mão sempre me apoiou, teve diagnóstico de Alzheimer em 2010, aos 81 anos. Quisera eu ter sabido à época tudo o que sei hoje. Poderia tê-lo ajudado ainda mais do que o ajudei. Sei que fazemos o melhor que podemos com o conhecimento de que dispomos no momento e sei que fiz o meu melhor. Apesar do Alzheimer, a saúde geral dele sempre foi muito boa, os exames de sangue dele eram melhores do que os meus. E tivemos sorte, pois apesar da confusão mental que essa condição traz, ele soube nos reconhecer como família até o final. Podia não saber o ano, o dia, o mês, podia trocar os nomes, mas sabia que ali estavam “as minhas filhas”, “o meu filho”. Após o falecimento da minha avó, outro alicerce da minha vida, em 2014, que havia sofrido um AVC em 2013 e ficado com inúmeras sequelas (hemiplagia, afasia, disfagia, gastrostomia), percebemos que a condição dele se agravou, embora talvez não tenha tido consciência plena sobre o falecimento dela, pois, para ele, ela continuava ali e ele a tinha visto. Essa percepção como uma névoa sobre o espaço e o tempo de certa forma o protegia. Por fim, o que o levou foi uma septicemia, em 2016, decorrente de uma longa internação por questões respiratórias. Estivemos ao lado de ambos até o final. Seguramos as mãos deles, em retribuição a todo o amor que sempre recebemos, amparamos, cuidamos, amamos, como sempre fizemos, mesmo na saúde.
Hoje, eu disponho de um conhecimento maior do que eu dispunha à época e sei que a alimentação desempenha um papel imenso na nossa saúde. Hoje eu sei que a maioria das pessoas, por falta de conhecimento e por hábitos culturais, continua se alimentando muito mal, submetendo seus organismos a inflamação contínua, crônica, ao longo da vida. E um dia a conta chega e temos que pagá-la. Eu iniciei há pouco tempo a cuidar bem da minha saúde, especialmente através da minha alimentação. O que colocamos para dentro do nosso corpo é muito importante. Digo há pouco tempo porque eu tenho 40 anos e só há dois eu realmente despertei e tive essa compreensão, essa clareza. Ou seja, eu tenho 38 anos de contas a pagar, mesmo que eu nunca tenha sido grande consumidora de junkie food, eu inflamava meu organismo diariamente com alimentos que erroneamente considerava inocentes. O glúten, por exemplo, que hoje sei que é o pior e o maior inimigo da saúde humana. Para a minha individualidade, pois tenho um quadro importante de auto-imunidade, outros tantos alimentos são altamente inflamatórios e os fui retirando um a um e colhi excelentes resultados, desfrutando de uma saúde muito melhor, com mais energia, mais disposição, melhor humor, sistema digestivo funcionando lindamente, fim das dores diárias seja lá onde fossem, fim das dores de cabeça, fim das crises de rinite e de sinusite, nem resfriado mais eu pego. Isso é ouro, é valiosíssimo! Mas não adianta falar, a pessoa tem que experimentar, testar, sentir na própria pele os benefícios. Se fizer certinho, vai sentir os benefícios e nunca mais vai querer outra vida. Hoje, tenho convicção que uma estratégia low carb é a melhor para a saúde de qualquer pessoa. Você não precisa ter uma doença crônica para sentir os benefícios. Você não precisa ter necessidade de emagrecer para sentir os benefícios. Low carb é benéfica para todos, sem contra-indicações, em qualquer idade, em qualquer fase da vida, até para atletas de alto desempenho. Eu não estou inventando nada, há inúmeros estudos que comprovam o que digo, há inúmeros profissionais de renome da área da saúde que estão dizendo e defendendo o mesmo. Busque se informar, estude, pesquise, por favor. Mesmo que a sua vida já seja ótima, ela pode ser muito melhor. O alimento pode ser cura ou veneno. Para de se envenenar, mesmo que seja “só um pouquinho”, é um pouquinho todo dia, entendes? Saúde é prioridade porque saúde é vida e sem ela nada somos, não temos vida. Quando temos essa clareza de percepção, tudo flui muito fácil, muito naturalmente. É simplesmente cuidar de si mesmo. É simplesmente amor próprio. Por favor, se informe.
Sei que tudo na nossa vida são escolhas e que cada um de nós tem direito a fazer as suas escolhas. Só quero que vocês façam suas escolhas dispondo de todas as informações, que sejam escolhas conscientes. Pois quem ama, cuida. E eu quero o melhor para a minha família e para os meus amigos. E é só por isso que eu falo tanto sobre isso.

 

Fico muito feliz por ter conseguido ajudar minha mãe nessa caminhada. Após muita resistência, ela, enfim, resolveu me ouvir e experimentar. E mudou totalmente a alimentação dela, conquistando muito melhor saúde e qualidade de vida. Fico sinceramente muito feliz por ter conseguido fazer isso por minha mãe! Temos mania de enfatizar o que não conseguimos fazer, mas é importante valorizar o que conseguimos fazer. Sempre movida por amor!

eu e meus avôs
Por fim, para quem quer saber um pouquinho sobre o Alzheimer ser considerado o diabetes do cérebro, deixo os seguintes links:
Eis uma lista de referências por onde podes iniciar teus estudos:
Links para iniciar os estudos sobre Low Carb:
Para entender o conceito de Low Carb no blog do Dr. Souto:
No blog do Dr. Peixoto:
Outras referências importantes:
Resistência à Insulina – Liss Bischoff: http://www.resistencia-insulina.com.br/
Portal Saúde Ancestral: https://saudeancestral.com.br/blog/
Livros que considero fundamentais:
– Doenças Autoimunes, de Dra. Amy Myers
– A Dieta da Mente, de Dr. David Perlmutter
– Barriga de Trigo, de Dr. William Davis
– Gordura Sem Medo, de Nina Teicholz (bióloga e jornalista)
– Por Que Engordamos, de Gary Taubes (físico, engenheiro aeroespacial e jornalista)
– O Discreto Charme do Intestino, de Giulia Enders (cientista premiada, PhD em Gastroenterologia, PhD em Microbiologia)
– Detox 21 Dias, de Dr. Aseem Malhotra (no original Dieta de Pioppi)
– Emagreça sem Fome, de Dr. David Ludwig
– Diabetes Solution, de Dr. Richard K. Bernstein (engenheiro, médico endocrinologista e diabético tipo 1)
– Think Like a Pancreas, de Gary Scheiner (educador em diabetes, diabético tipo 1, fisiologista do exercício e Master of Science)
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s